segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Gotas do Passado



Doce gotas do passado,
Perdidas no tempo..
Mel que foi muito adoçado!
Adoçado pelos sonhos...
Por delicados momentos!
Que a escuridão não apaga...
Ficou o lampejo de luz brilhante!
Que brilha como um diamante...
Que já não existe mais...
Dissolvido pelos anos
Que não voltam mais...

Mario Macedo de Almeida