domingo, 27 de outubro de 2013

Alma Gêmea



Alma Gêmea


Sem o seu amor
Eu serei somente dor...
Serei um universo vazio
Que será engolido por buraco negro.
E nem assim com a minha morte,
Eu melhoraria a minha sorte!
Ela não acabaria com meu suplício…
Pois tu vivera além desta vida!
É a terra pelo meu Deus me prometida...
Você é o sonho esperado!
E por fim totalmente realizado…
É razão da minha existência!
Você é o sol que ilumina minha alma!
Você é o luar que me inspira e me acalma!
É mais que um poema eterno…
É a mãe de todos os meus poemas!
Também é o acender e apagar das luzes
Do meu destino!
Minha afetuosa alma gêmea…
Sem duvida é você!


Mario Macedo de Almeida